• Bruna Coimbra

09 sites para você criar oportunidades e parar de procurar emprego.




Para criar oportunidade é preciso estar preparado e no lugar certo. Uma forma de fazer o trabalho lhe procurar, lhe achar e você não precisar pedir emprego, é se cadastrar de graça em sites especializados como freelancer. Confere aqui as plataformas mais interessantes.


O trabalho como freelancer é uma das melhores opções para quem decide ganhar dinheiro sem sair de casa. Os efeitos da pandemia do covid-19 acelerou o home office. O trabalho feito em casa aumentou 309% em 2020. O que era tendência agora é realidade.


Mas aí você sabe, como conseguir trabalho sem sair de casa? Um dos primeiros passos, com toda certeza é estar em sites para trabalhar como freelancer. Eles têm a vantagem de reunir, no mesmo lugar, quem procura por trabalho e quem procura por comunicadores profissionais. É a conexão de quem sabe com quem precisa do serviço.


Que se dá bem, então segue o conselho do #viverdecomunicação: Como comunicador profissional não dependa de apenas uma fonte de renda. Aprimore e amplie suas habilidades. Se cadastrar em mais de uma plataforma, Isso vai aumentar suas chances de sucesso.


Outra coisa que você precisa ficar ligado é evitar preencher toda sua agenda com os pedidos de um único cliente. Se ele cancelar o projeto, você fica desesperado sem saber como pagar os boletos.

Vamos dar uma olhada nos sites mais conhecidos?


1. Workana

Se você é um comunicador profissional e atua nas áreas de design, TI, tradução, finanças, a Workana é perfeita para você. Funciona assim, a empresa interessada no serviço pública o projeto que deseja, com as características e objetivos. Você estando cadastrado pode ser notificado ou acionar oferecendo sua proposta com o valor e tempo de conclusão.

A vantagem é que as opções são muitas. São milhares de negócios solicitando trabalhos todos os dias. Mas, como nem tudo é perfeito, a concorrência também é gigante.

Valorize seu trabalho e peça um preço justo e tente caprichar na carta de apresentação, já que ela pode ajudar bastante nesse primeiro contato. Importante você saber que uma porcentagem do valor acertado fica para a Workana.


2. 99Freelas

O 99Freelas é um dos mais famosos. Ele é parecido com o Workana, já que as empresas publicam os projetos e fazem os pedidos de trabalho. Da mesma maneira, é preciso elaborar sua proposta de trabalho, com valores do serviço e prazo de entrega. Você pode ainda criar ainda, criar seu perfil profissional, disponibilizar seu currículo e portfólio. É importante dar atenção aos detalhes, pois muitos clientes fazem uma análise prévia do profissional de comunicação antes de contratá-lo.


Depois do trabalho entregue, as empresas podem deixar uma avaliação sobre seu trabalho. Isso ajuda outros clientes a buscarem por seu trabalho. A plataforma pode ser usada de forma gratuita, mas costuma funcionar melhor quando o profissional faz a assinatura de planos, que variam de R$29,90 a R$59,90 por mês. Dessa forma, seu perfil ganha mais relevância e se torna mais visado. Além do mais, o assinante tem algumas vantagens, como a de poder deixar a oferta mais destacada diante das demais.


As propostas podem ser enviadas de forma ilimitada. Assim como no site anterior, ao realizar o trabalho, uma porcentagem do acerto fica para a plataforma.


3. UpWork

UpWork é uma plataforma muito popular fora do Brasil. Trabalha com diversos tipos de freelancers além de comunicadores profissionais e várias áreas, como designers, desenvolvedores de softwares e engenheiros.


Funciona assim: os clientes postam seus pedidos e aguardam contato dos profissionais. A partir disso, combinam detalhes sobre cada demanda. É comum adotar o valor com base na hora de trabalho ou pelo projeto todo.


O pagamento é feito pela própria plataforma, o que deixa o processo mais seguro. No entanto, assim como os sites já mencionados, uma parcela do valor é direcionada à própria UpWork.


O site original é em inglês, então se você tem boa fluência na língua, é uma super oportunidade. Mas pedidos também são feitos por brasileiros. Muitas vezes, são clientes que moram fora do país e precisam da ajuda de alguém daqui.


4. Freelancer.com

No site Freelancer.com, é só cadastrar seu perfil, preenchendo detalhes pessoais, talentos, habilidades e competências. São muitas oportunidades de trabalhos para comunicadores profissionais, como marketing, editores, redatores, revisores, além de TI, tradução e até roteristas.


É só pesquisar por projetos, usando tags, para que apareçam aqueles mais adequados. Ao encontrar um que se adeque a suas habilidades, você envia uma mensagem ao solicitante e aguarda o retorno.


É interessante saber que o cliente receberá várias outras propostas como sua, então capriche no seu perfil e na sua forma de apresentação.


5. Contentools

A Contentools trabalha com redatores, editores, tradutores, social media, videomakers, editores, roteiristas entre outros. Você pode montar seu perfil, incluir seu portfólio e outras informações sobre suas habilidades e cursos realizados.


Para começar a usar, é necessário ser MEI, pois uma das exigências é a emissão de nota fiscal. Além disso, é exigido ter uma certificação em Inbound Marketing, que, na verdade, é essencial para qualquer trabalho de escrita para web. A agência também pede seu perfil no LinkedIn, para que os clientes conheçam melhor os profissionais com quem trabalharão.

Depois da inscrição, existem algumas etapas para o freelancer passar. A primeira é a realização de um teste, no qual a equipe avalia as habilidades de escrita. Em seguida, ele passa por uma entrevista.


Nela, o analista faz algumas perguntas relacionadas com o estilo de trabalho, o tempo disponível por semana e os objetivos. Por fim, ao ser habilitado, é só completar o preenchimento do perfil.


Essa plataforma apenas faz uma ponte entre comunicadores clientes, os quais fazem os acertos de cada trabalho por conta própria.


6. GetNinjas

A GetNinjas é bem eclética, servindo como um classificado online, que possibilita a realização de muitos tipos de trabalho, desde a produção de conteúdo, design, consultorias, anúncios para eventos e até aulas particulares.


Tanto os clientes quanto os profissionais fazem um cadastro, em que sinalizam o que pretendem. Assim, um comunicador profissional, por exemplo, anuncia o que sabe fazer e aguarda que clientes entrem em contato. Mas também é possível visualizar pedidos de empresas e enviar propostas, visando fechar negócios.


O cadastro é grátis e não há mensalidade. Você só investe nos pedidos que quiser e acerta o preço que achar razoável.


7. VinteConto

Na VinteConto, os profissionais fazem anúncios dos seus trabalhos. A plataforma aceita ofertas relacionadas a marketing digital, escrita, tradução, edição de vídeos, webdesign e consultorias.


Como o nome sugere, a ideia é que cada trabalho oferecido valha apenas o valor de R$20. Como o preço é baixo e a concorrência é alta, você precisa ter estratégias para conseguir algo justo.


A dica é invista na sua divulgação. Ela é a apresentação das suas habilidades. Elabore um resumo, em poucos caracteres e insira palavras-chave. Também, tente estabelecer uma proporção do que seria justo por esse valor.


Por exemplo, se, em outras plataformas, os redatores têm cobrado R$25 por 500 palavras, talvez fazer 450 palavras por R$20 já seja algo legal para começar.


8. Comunica Freelancer

O Comunica Freelancer é mais direcionado para quem é da área de programação, já que a plataforma trabalha com freelancers de TI, desenvolvimento, sistemas, webdesign etc. No entanto, também é possível encontrar projetos de outras áreas, como de marketing digital e redação.


O estilo da plataforma serve como um classificado, pois tanto a empresa quanto o freela podem fazer anúncios.No primeiro caso, o cliente posta o projeto que necessita e espera que os profissionais entrem em contato para fazer propostas. Dessa forma, é importante contar com uma boa apresentação e ter diferenciais para se destacar.


Já quando o próprio freela posta um anúncio, ele se apresenta, diz o que sabe fazer e espera que entrem em contato com ele.


Visto que os acordos e as contratações são de responsabilidade apenas das partes, é importante ter cuidado.


9. Trampos.co

A plataforma